Destaques

Aos 40 anos, CINANIMA parte esta segunda-feira para o futuro

Entre as sessões competitivas, com 76 filmes a concurso, retrospetivas, programas especiais dos 40 anos, os aniversários do estúdio Aardman Animations e dos estúdios portugueses ANILUPA, ANIMAIS e ANIMANOSTRA, workshops, masterclasses pelos maiores nomes do cinema de animação do mundo como Ron Diamond, Jossie Malis ou a portuguesa Regina Pessoa, exposições e tanto mais, há neste 40º CINANIMA ofertas para todos. Começa dia 7 e estende-se até domingo, 13, passando pelo Centro Multimeios de Espinho, Fórum de Arte e Cultura de Espinho, Biblioteca Municipal José Marmelo e Silva, além de várias instituições de ensino superior.

Durante o dia de segunda-feira, há sessões para as escolas e a projeção dos filmes premiados na edição de 2015, além dos vencedores do Cartoon D’Or, prémio para a melhor Curta-metragem europeia, deste ano.

 

Justiça para “Tempos Heróicos”

Inserida no programa evocativo do aniversário, “40 anos, 40 filmes”, uma seleção de um filme por cada ano do Festival, a Longa-metragem húngara “Tempos Heróicos”, de József Gémes, uma adaptação do poema épico do século XIX, Trilogia Toldi, inspirada na lenda de Miklós Toldi, um dos principais heróis do folclore húngaro, passa às 18h na Sala António Gaio, no Centro Multimeios de Espinho.

Este é um filme que marca a memória de muitos no CINANIMA de 1983 que aclamaram a sua qualidade e se sentiram desiludidos por o Júri do Festival lhe ter atribuído apenas uma menção honrosa. Trinta e três anos depois, a organização do CINANIMA repõe a justiça e dá à Longa-metragem o destaque merecido.

 

Obra prima na abertura oficial

A sessão oficial de abertura do CINANIMA acontece no mesmo local, às 21h30, mas é aberta apenas a convidados. O Festival tem o prazer de oferecer a projeção do mais recente filme do aclamado realizador francês Jean François Laguionie, “Louise no Inverno”, cuja ante estreia aconteceu no Festival de Annecy. Este é um filme intimista  – o mais intimista da sua carreira, segundo o realizador – e delicado sobre a solidão e a passagem do tempo, na qual os pensamentos, memórias e sonhos da protagonista ganham vida.

Depois, há toda uma semana de cinema de animação que pretende fazer jus ao melhor que se fez nesta área nos últimos 40 anos em todo o mundo, mas já com um pé no futuro.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.